5 alternativas de investimentos para empreendedores

Se você é um pequeno empresário, sabe como é difícil encontrar investimentos simples, com bom rendimento e que não comprometam seu dinheiro a longo prazo. As possibilidades de investimentos para empreendedores de pequeno porte são bastante restritas.

Afinal, é necessário investir em diversos setores para fazer sua empresa crescer. Tecnologia, marketing digital, novos produtos. Enfim, você precisa ter dinheiro para fazer os avanços que o mercado consumidor requer atualmente.

Em tempos de crise, uma das tarefas mais desafiadoras é obter ganhos reais com os poucos recursos financeiros que conseguimos poupar. E não adianta apenas “guardar dinheiro”. É preciso investir com inteligência. 

De acordo com a Comissão Mobiliária de Valores (CVM), ter um objetivo é o primeiro passo para um investimento de sucesso. Para determinar com clareza seu objetivo, você deve fazer uma análise dos seus bens e suas despesas. Avalie se você possui um patrimônio líquido positivo, ou seja, dinheiro que possa ser investido sem atrapalhar seus compromissos financeiros.

Mas para isso, você não tem de ser o mais arrojado investidor da bolsa de valores. Conheça 5 alternativas de investimento para empreendedores, com boas opções para você obter ganhos interessantes com risco baixo. 

Tesouro Direto

É um tipo de investimento no qual você compra títulos da dívida federal via Internet. Para que você possa realizar a compra no site do Tesouro Direto, é necessário ter conta em uma corretora de valores. 

O Tesouro é interessante, pois democratizou o acesso aos títulos públicos — o investimento mínimo pode ser de apenas R$ 30,00. 

A aplicação nessa modalidade é garantida pelo próprio Governo Federal. Apesar da incidência de Imposto de Renda, algumas corretoras não cobram taxa de administração.

Certificado de Depósitos Bancários (CDB)

O CDB paga juros maiores que os da poupança. Seu rendimento varia de acordo com a instituição financeira escolhida. Esse tipo de investimento é garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) que, em caso de a instituição financeira quebrar, vai ressarcir o investidor em até R$ 250 mil por CPF.

O CDB pode ser prefixado, com juros anuais e definidos antes da compra. Existe também o certificado pós-fixado, cujos juros são atrelados ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Os CDI são empréstimos que os bancos fazem todos os dias entre si para manter seus caixas positivos.

Fundos de Investimento em Renda Fixa

É um tipo de investimento em que os recursos são captados por cotistas — grupos de investidores. Os recursos vem de cada um destes investidores, que possuem cotas proporcionais ao valor investido. 

Os prazos de resgate podem ser curtos ou longos, dependendo do fundo. Os fundos de investimento em renda fixa tem em torno de 80% de sua carteira relacionada à aplicações como CDB, LCI, Tesouro Direto e outros. Quando bem gerenciado, este tipo de investimento tem uma renda maior que o CDI.

Previdência Privada 

Você, como empresário também precisa pensar no seu futuro pessoal. Como sabemos, a previdência pública já não é mais garantia de renda e terá suas regras revistas. 

A previdência privada é um investimento de longo prazo. É um tipo de aposentadoria, sem qualquer ligação com o INSS. 

Existem 2 tipos de planos em previdência privada: 

  • PGBL (Plano Gerador de Benefício Definido), que permite o abatimento na declaração anual completa do IR; 
  • VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), que não permite o abatimento do IR, mas é bastante indicado para quem faz a declaração simplificada dos impostos ou não é assalariado. 

Letras de Câmbio (LC)

Esse tipo de investimento pode ter alta rentabilidade. É oferecido por financeiras que são sociedades de crédito, financiamento e investimento. 

O investidor de LC normalmente não pode resgatar o valor antes do vencimento da aplicação. Porém, algumas letras ainda possuem liquidez diária e seu resgate antecipado é permitido. 

Há grande variação de prazos de investimento e carência. A aplicação em LC é garantida pelo FGC e possui as modalidades pré e pós-fixadas.

Marketing é outro bom investimento para empreendedores 

Mesmo que você seja um iniciante, deve diversificar seus tipos de investimento. Aplicar em opções diferentes não significa correr riscos. Você pode, por exemplo, selecionar três investimentos de baixo risco, destinar quantias pequenas a cada um e monitorar qual deles está apresentando melhor performance.

Com seu capital garantido, um dos investimentos para empreendedores, também fundamental para o crescimento da sua empresa, é em marketing digital. 

Hoje em dia, é impossível que sua empresa não tenha presença na Internet. Redes sociais, blogs, site. Tudo isso ajuda você na divulgação do seu negócio, servindo também como canal direto para suas vendas.

Manter seu dinheiro bem investido é a chave para conseguir fazer um bom marketing da sua empresa. E, é claro, vender mais.