Como tomar decisões de investimento de forma inteligente

Não perca mais tempo e dinheiro investindo sem saber o que fazer. Aprenda a tomar decisões de investimento inteligentes lendo este artigo agora!

Decisões de investimento podem ser desafiadoras para os investidores, especialmente aqueles que estão começando a investir, então foi com a intenção de deixar as coisas mais simples para você que criamos este artigo.

Entenda o que são KPIs

Existem muitas métricas e indicadores financeiros que os investidores podem usar para avaliar a saúde financeira de uma empresa antes de decidirem investir nela. Essas métricas recebem o nome de KPI, que vem da sigla inglesa Key Performance Indicator.

Traduzindo para o português, essas são os indicadores-chave de performance, ou desempenho, que mostram em detalhes valores fundamentais para processos internos.

Principais KPIs

Existem vários indicadores que a sua empresa pode utilizar para mensurar dados internos, mas não são todos eles que precisam ser usados pela sua empresa. As categorias mais comuns são:

  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores de qualidade;
  • Indicadores de capacidade;
  • Indicadores estratégicos.

Para facilitar, vamos citar no decorrer do texto algumas métricas que podem ser utilizadas para você em sua empresa, e podemos começar dizendo que uma delas é a fórmula Passivos/Ativos, que é usada para avaliar a solvência de uma empresa.

A fórmula Passivos/Ativos é simplesmente a divisão dos passivos pelo total de ativos de uma empresa. Isso permite que os investidores vejam a proporção de obrigações financeiras que a empresa tem em relação aos seus bens e direitos.

Se a proporção for alta, pode ser um sinal de alerta para os investidores, indicando que a empresa tem mais obrigações financeiras do que bens e direitos. Isso pode significar que a empresa está enfrentando problemas financeiros e pode não ser capaz de pagar as dívidas.

Por outro lado, se a proporção de Passivos/Ativos for baixa, indica que a empresa tem mais bens e direitos do que obrigações financeiras. Isso pode indicar que a empresa está financeiramente saudável e capaz de honrar suas obrigações financeiras.

No entanto, é importante lembrar que a fórmula Passivos/Ativos é apenas uma das muitas métricas que os investidores podem usar para avaliar a saúde financeira de uma empresa.

Outra métrica importante é o Lucro por Ação (LPA), que é calculado dividindo o lucro líquido de uma empresa pelo número de ações em circulação.

O LPA é uma métrica fundamental para os investidores que desejam avaliar o desempenho financeiro de uma empresa em relação às suas ações em circulação.

O LPA também pode ser usado para calcular o preço/lucro (P/L) de uma ação, que é uma métrica importante para avaliar se uma ação está subvalorizada ou supervalorizada em relação ao seu desempenho financeiro.

Outra métrica importante é o Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE), que é calculado dividindo o lucro líquido de uma empresa pelo seu patrimônio líquido.

Essa é uma métrica importante para avaliar a eficiência da gestão financeira de uma empresa, indicando a rentabilidade da empresa em relação ao seu patrimônio líquido.

O ROE também pode ser usado para comparar o desempenho financeiro de uma empresa com o desempenho de outras do mesmo setor.

Além dessas métricas, os investidores também podem considerar outros fatores, como a posição de mercado da empresa, a qualidade de sua gestão e sua capacidade de inovar e se adaptar às mudanças no mercado.

É importante lembrar que as decisões de investimento envolvem riscos e os investidores devem fazer sua própria pesquisa e avaliação antes de tomarem uma decisão de investimento.

Em resumo, a fórmula Passivos/Ativos é uma das muitas métricas que os investidores podem usar para avaliar a saúde financeira de uma empresa antes de decidirem investir.