Conheça alguns passos para criar uma camisa personalizada

Aniversários, eventos corporativos e até mesmo uma pelada com os amigos. Uma camisa personalizada pode ser o toque final perfeito para qualquer tipo de evento. Essas vestimentas destacam e unem o grupo, favorecendo as interações entre todos os presentes.

De olho neste mercado, uma série de empresas têm se proposto a buscar a sua fatia, seja vendendo ferramentas para que as pessoas customizem a peça em casa ou oferecendo o serviço completo. Com isso, ao personalizar camisa, o consumidor tem cada vez mais opções.

Acontece que, como em qualquer serviço, é importante certificar-se de que o que está sendo oferecido realmente é de qualidade, assim como o projeto, o orçamento e se organizar com os prazos. Confira algumas dicas essenciais para evitar dor de cabeça:

1. Pense duas vezes antes de fazer em casa

Em lojas especializadas é possível encontrar estampas prontas, que podem ser aplicadas em uma peça de roupa com a ajuda do ferro de passar roupa, um instrumento que todos têm em casa.

Porém, o barato pode sair caro: um serviço feito em casa ficará muito aquém de um oferecido por um profissional. No caso de uma peça importante, como um uniforme de trabalho, qualquer erro pode ser fatal.

2. Defina qual será a utilidade da camisa

Antes de entrar em contato com uma gráfica e encomendar o serviço, é preciso saber qual será a utilidade da camiseta.

Afinal, o estilo de customização e até mesmo o tecido ideal variam conforme a ocasião na qual ela será usada. Portanto, é preciso planejar-se de antemão.

Por exemplo: a camiseta para ocasiões informais pode ter praticamente qualquer design. Agora, caso ela seja para um evento esportivo, é importante que a modelagem seja mais solta e que seja usado um tecido mais confortável, como o algodão. É possível tirar algumas dúvidas com um designer, que poderá orientar a respeito da peça ideal.

3. Estipule um orçamento limite que poderá ser gasto

Material, estampa e cores podem fazer com que o preço de um projeto de customização de camisetas varie bastante. Por isso, é muito importante estabelecer um teto de gastos. Deste modo, ninguém se deixa levar e o orçamento é mantido.

Porém, não se pode esperar milagres: projetos elaborados, como uma camisa de time, são naturalmente mais caros que peças mais básicas com poucas estampas.

4. Procure especialistas e confira as condições

Com o projeto e o orçamento definidos, chega o momento de procurar gráficas e empresas especializadas para fazer a ideia de customização virar variedade.

Nesta hora, a internet é a sua principal aliada. Além de encontrar empresas, ela permite visualizar comentários a respeito da qualidade de serviço, algo muito útil ao decidir com quem contratar.

Ao visitar o local, esclareça todas as dúvidas a respeito de preços e prazos. Tenha em mente que, quanto maior a quantidade de peças a serem customizadas, mais elas levarão para ficarem prontas.

5. Caso haja um grupo, aprove o projeto com todos

Fazer uniformes personalizados ou outras roupas para grupos pode ser duro: é difícil fazer com que todos cheguem a um consenso com o design.

Entretanto, isso é extremamente importante, pois evita contratempos e queixas mais adiante. Portanto, todos devem se esforçar para que o projeto de customização seja do agrado de todos.

6. Cheque o formato da estampa da camisa com antecedência

Empresas de estampas trabalham com programas de computador específicos para customizar peças.

Normalmente, o cliente envia o arquivo do design e o profissional faz o resto. Para evitar problemas e atrasos, é importante verificar de antemão em qual formato o design deve ser enviado.

7. Ao buscar o pedido de camisa, confira a entrega

Na hora de buscar a encomenda, é importante ter uma lista em mãos para verificar itens como:

  • O tecido da camiseta;
  • A quantidade de camisetas de cada tamanho;
  • Se as cores estão corretas;
  • Caso as peças sejam identificadas, a grafia dos nomes;
  • Se não há peças danificadas;
  • No caso de uniformes, se estão todos completos.

É muito importante fazer essa verificação no ato da retirada, e não deixá-la para depois.

Isso porque, caso haja algum erro e ele não seja reportado à empresa no ato da retirada, pode ficar difícil comprovar a falha depois: será preciso reunir documentos, testemunhas e gastar algum tempo na correção do pedido.

E, em alguns casos, como em uma encomenda de camiseta para eventos próximos, não há tempo hábil para isto.