Como adotar o consumo consciente na moda?

Por trás das peças de roupas que compramos existe uma produção em massa que, na maioria das vezes, utiliza matérias-primas que causam impactos bastante negativos ao meio ambiente. Não são todas as indústrias que pensam em produzir tecidos sustentáveis, que geram menos prejuízos para o meio ambiente, desde o processo de fabricação até o descarte e reaproveitamento de materiais.

A realidade é que a indústria têxtil é uma das que mais consomem recursos naturais. Além da matéria-prima, gastos com água e utilização de produtos químicos para a lavagem das peças também entram na conta dos danos causados ao planeta.

Pensando em minimizar esses impactos negativos, cada vez mais consumidores estão buscando alternativas para adotar o consumo consciente na moda, sem abrir mão do estilo e elegância. E o melhor de tudo é que a moda consciente é uma tendência crescente. Sendo assim, se você faz parte do grupo de pessoas que gosta de se vestir bem e se preocupa com a sustentabilidade, confira algumas dicas de como adotar o consumo consciente na moda.

Procure saber a origem das roupas que você consome

A primeira coisa a ser feita por quem pretende adotar essa postura mais consciente é fazer uma breve pesquisa antes de comprar uma roupa, pois assim é possível saber o tipo de matéria-prima utilizada e também o processo por trás da confecção. Quanto maior for o seu conhecimento acerca desse assunto, melhor será a sua escolha, pois você poderá fazer uma espécie de filtro, descartando a compra daquelas que causam maiores impactos para o ambiente.

Repare na etiqueta

Prestar atenção na etiqueta das roupas antes de comprar é extremamente importante, pois nela há diversas informações sobre a peça, inclusive aquelas que envolvem a sustentabilidade. Sendo assim, priorize as peças que possam ser recicladas no futuro, como os tecidos fabricados a partir de fibras naturais ou até mesmo as sandálias feitas de plástico, por exemplo.

Dê preferência a peças duráveis

Uma das melhores formas de adotar um consumo consciente de roupas é comprando peças que tenham uma longa vida útil ao invés de peças que já começam a se desgastar após a primeira lavagem. Dessa forma, você evita o consumo desenfreado de roupas e, consequentemente, terá um guarda-roupa mais funcional, compacto e sustentável.

Evite tecidos de microfibra

Esse tipo de tecido, além de ser mais difícil de limpar devido ao tamanho bastante reduzido de suas partículas, também pode acabar poluindo os oceanos. Isso porque as microfibras têxteis saem naturalmente das roupas durante o desgaste natural e lavagem, seguindo um caminho esgotos, rios e oceanos ou até mesmo diretamente pelo ar.

Para se ter uma ideia, uma única lavagem de roupas de poliéster, por exemplo, pode liberar até meio milhão de microfibras têxteis. Como alternativa, você pode optar por roupas de algodão orgânico ou que contenham certificação GOTS — padrão mundial que leva em conta as questões sociais e ambientais de seu cultivo e produção.

Faça o descarte da maneira correta

Algumas peças de roupa podem demorar vários anos para se decompor totalmente. Por isso, o ideal é sempre evitar o descarte. No entanto, caso você não tenha encontrado nenhuma solução para a reutilização ou reciclagem, precisando descartar, tente fazer isso da maneira correta.

Existem diversas ONGs que fazem o recolhimento dessas peças de roupa e os transformam em novos produtos, como bolsas, tapetes e outros utilitários, por exemplo. Portanto, tente encontrar um desses locais que seja o mais próximo da sua casa e leve as peças de roupa que são inutilizáveis para você.

Texto: Gear Seo