Os empreendimentos pet: entenda mais sobre esse mercado

pet

Empreender muitas vezes é uma saída profissional para muitas pessoas, ou seja, é uma escolha feita de forma pensada e que visa o trabalho com aquilo que a pessoa tem um determinado “faro” e habilidade.

Um dos mercados que mais crescem, atualmente, é o do setor pet, e muitos donos de animais e apaixonados por empreender, juntaram a paixão de cuidar de seus amigos de quatro patas e a vontade de ganhar dinheiro e expandiram esse mercado.

Neste sentido, com o passar do tempo o setor foi crescendo, indo dos famosos serviços de banho e tosa para gatos e cachorros, passando até mesma pela integração de clínica veterinária com serviços de pet shop.

Alguns dos elementos que podem ser ofertados aos clientes são:

  • Venda de ração;
  • Atendimento veterinário;
  • Especialidades estéticas;
  • Tosa.

Neste artigo abordaremos sobre o mercado pet e de como montar um empreendimento voltado para esse setor, que vem crescendo ao longo do tempo.

O mercado pet

Segundo dados do Instituto Pet Brasil, o país tem cerca de 54,2 milhões de cães como animais de estimação. Com esses dados, o Brasil se posiciona como o segundo maior mercado pet do planeta, ficando apenas atrás dos Estados Unidos da América.

Somente em 2018, o mercado pet dentro do Brasil, que incluem pet shop banho e tosa, atendimento veterinário e outros setores, movimentou cerca de R$ 34,4 bilhões, aparentando um aumento de 4,6% em comparação a 2017.

O Instituto Pet também estimou o gasto médio que as pessoas tem com o cuidado com os animais, que tem uma média de R$ 338,76, e de acordo com a demanda, esse valor pode ser facilmente superado.

Deste modo, o mercado pet vem apresentando uma série de modalidades diferentes, e de serviços que muitas vezes eram exclusivamente humanas, como especialidades veterinárias reconhecidas como a oftalmologista para cachorro e até mesmo terapia para cães e gatos.

Dicas para abrir um empreendimento pet

No entanto, para abrir um empreendimento pet é preciso prestar atenção em muitos aspectos. Sem seguir determinados aspectos, o negócio não acontecerá de forma adequada, correta e segura.

Confira abaixo algumas das dicas para quem quer entrar dentro desse setor.

1. Criação dos planos de negócio

Para qualquer empreendimento que está começando é necessário a elaboração minuciosa dos planos de negócios.

Esse elemento tem como objetivo o fornecimento de estruturas e metas para serem guiados e seguidos pela empresa, da abertura até o momento que esteja estável.

Também é definido os serviços oferecidos como banho, tosa, disk ração, entre muitos outros. São definidos a missão, visão e valores da empresa, a quantidade de investimento que será preciso. Também são definidos como a empresa seguirá nos primeiros meses.

Por isso, é fundamental que o plano seja estruturado e adequado, para que o negócio diminua os impactos.

2. Definição do público-alvo

Segundo aspecto que é contemplado pelo plano de negócios, mas que precisa de uma atenção em todo o momento é a definição do público-alvo. Assim, de modo geral, significa dizer, seu serviço é para que tipo de pessoa.

Além do mais, o público-alvo no caso do mercado pet também está direcionado ao tipo de animal, em qual será sua especialidade e de que porte de animais eles cuidarão.

Essa definição permite o oferecimento de serviços mais adequados e mais corretos, desde lavagem, ortofoto digital, entre outros e também de estratégias de marketing mais eficientes e direcionadas.

Esse aspecto ajuda na definição de outros pontos importantes para o empreendimento como o local da loja, os equipamentos que serão comprados entre outros.

3. Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é muito importante para o negócio de pet shop. Planejar as finanças dos negócios significa saber quanto de dinheiro será necessário para o começo do negócio, bem como as estimativas de gastos e lucros sobre determinado tempo

Assim, é possível o estabelecimento de metas para o futuro, seja a expansão do negócio, troca periódica de placas de ACM para que a loja fique sempre bonita, e também a contratação de profissionais.

Neste sentido, entendemos que o mercado pet está em expansão e fica cada vez mais evidente que para entrar neste setor é fundamental o planejamento adequado e claro, a paixão pelos animais de estimação.