Como alavancar as vendas de um negócio local em 2022

Talvez uma das maiores dúvidas dos empreendedores para o próximo ano seja como alavancar as vendas de um negócio local em 2022. Isso porque no próximo ano, com o avanço da vacinação contra COVID-19 no Brasil, há perspectivas sólidas de uma boa retomada da economia, o que poderia impulsionar o crescimento de negócios de todos os portes.

Entretanto, com a pandemia surgiu uma tendência que o mercado precisou utilizar para manter-se em pé em meio a crise que se instalou no mundo e também aqui no Brasil: a digitalização dos negócios.

Muitos negócios que antes tinham suas vendas concentradas em lojas e escritórios físicos, precisaram se adaptar para não ter que fechar totalmente durante os períodos de lockdown.

Essa adaptação fez com que pequenas lojas físicas, restaurantes, prestadores de serviços, entre outros profissionais, se transformassem digitalmente para poder alcançar o público que não estava mais passando em suas portas. 

Agora, com o retorno quase que total dos negócios presenciais, fica a dúvida: voltaremos a consumir presencialmente como antes? E os negócios locais, como serão administrados após quase 2 anos consumindo online?

A minha sugestão é que se faça uma adaptação mista e as duas formas, juntas, poderão transformar seu negócio em uma potente máquina de vendas. Para conhecer algumas das minhas dicas, siga essa leitura acompanhando as sugestões abaixo:

6 maneiras de alavancar as vendas de um negócio local em 2022

1. Crie um site ou e-commerce para o seu negócio

Mesmo que o seu negócio lhe passe a ideia que só venderá localmente, criar um site ou e-commerce profissional para a sua empresa é fundamental nos dias de hoje onde grande parte dos consumidores procura por qualquer coisa primeiro na internet, e dentre estes, muitos procuram no Google ou nas redes sociais.

O diferencial de uma empresa em possuir um site com suas informações completas, é que mostra para o cliente que a sua empresa é de fato o que esse consumidor procura, fazendo com que ele se interesse em visitar sua loja ou mesmo compre um produto online.

Além disso, um site ou e-commerce fará com que seu negócio aumente o campo de alcance, e se você tiver condições de atender esse novo raio de ação, será muito importante para seu crescimento.

2. Esteja nas redes sociais

Além de possuir um site profissional, outra forma de chegar em seu público alvo com alguma eficiência é estando nas principais redes sociais do momento. Bilhões de reais são movimentados todos os anos devido ao engajamento gerado por empreendedores e empresas nas redes sociais, e seu negócio não pode estar fora desse ambiente dinâmico e promissor.

É importante ter um perfil no instagram, uma página no Facebook ou um canal no Youtube, que passem ao seu consumidor, informações que o mantenha atualizado e certo de que a sua empresa oferece o que ele precisa. A rede social também é fundamental para manter você ligado ao seu cliente, interagindo de uma forma natural.

3. Formas de pagamento variadas e atuais

O momento é de retomada, então a economia está em uma transição, onde as pessoas vão gradativamente se recuperando financeiramente para poder consumir. Nesse contexto, você precisará oferecer formas de pagamento variadas para poder possibilitar aos seus clientes a melhor escolha na hora da compra. 

Oferecer pagamento por PIX é uma forma de garantir vendas à vista sem taxas para você e para o cliente. Outra medida importante é que você possa adquirir a melhor maquininha de cartão de crédito, pagando um preço justo, tendo as tecnologias mais atuais e repassando taxas justas.

4. Utilize os aplicativos do momento para alcançar mais clientes

Atualmente, o momento é dos aplicativos, então você precisa saber se o seu negócio se encaixa em alguma dessas plataformas modernas de vendas que temos no mercado hoje em dia.

Praticamente para todo tipo de negócio há um app pronto para lhe ajudar a vender mais, como por exemplo: Ubereats e iFood para lanches, mercado e refeições; Uber Entrega para transportar seus pedidos até o cliente; Marketplaces como Magalu, Mercado Livre, Americanas, Shopee  e Amazon, para você colocar seus produtos em uma vitrine nacional; Elo7, para quem faz trabalhos manuais e precisa expor seus artesanatos;

Essas e outras milhares de plataformas estão gerando alto engajamento e com milhões de usuários prontos para conhecer seus produtos e serviços.

5. Tenha um perfil no Google Meu Negócio

Se você está focado em diversificar suas vendas entre o presencial e o digital, não poderá ficar sem uma ficha no Google Meu Negócio, que é um canhão de vendas magnífico e grátis, onde você será visto na sua região, podendo informar seus clientes locais com seus dados mais importantes como: Nome da empresa, site, fone, produtos e serviços, além de obter insights sobre como eles estão entrando em contato com você e obtendo a avaliação destes clientes sobre o seu negócio.

Com essa ferramenta gratuita do Google, seu negócio estará exposto na lista de pesquisas do Google e também no Google Maps.

6. Formalize seu negócio

Um dos maiores temores de qualquer empreendedor está relacionado a abertura da empresa. Muitas pessoas demoram a se encorajar nessa caminhada difícil que é ser empresário no Brasil devido à alta carga tributária e os altos custos para se manter um negócio.

Mas para o seu crescimento, a abertura da empresa deve estar nos planos desde o início. E uma das melhores formas de se formalizar sem altos custos é abrindo uma empresa na modalidade MEI (Micro Empresário Individual), onde você registra sua empresa em uma das centenas de categorias permitidas, seja para venda de produtos ou uma prestadora de serviços e paga uma taxa bem baixa de impostos fixos todo mês, além de poder pagar a mesma taxa adicional para até 1 funcionário.

Tendo um CNPJ, algumas portas poderão se abrir para você, como ter uma conta jurídica no banco, comprar de fornecedores maiores e obter linhas de crédito especiais para empresas, com taxas menores e prazos mais longos. Não deixe de pensar nessa hipótese.

Considerações finais

Viu como é possível alavancar as vendas do seu negócio local sendo criativo e sem gastar o que não pode? Se você curtiu essas dicas e acha que alguma delas pode ser útil para o seu negócio, é hora de agir.

Este conteúdo foi produzido originalmente pela equipe da Gauchaweb para o Blog Business Connection.