Criando engajamento de página para sua empresa

Engajamento tem sido a palavra-chave para quem deseja investir em redes sociais e ter sucesso. Mas será que é assim mesmo? É realmente necessário que o sucesso da página de uma empresa online tenha muitas curtidas e comentários? A resposta, como qualquer segmento relacionado a variâncias, é: depende. Qual seu objetivo com as redes sociais?

Criar engajamento de fato é importante quando se cria um perfil para interações nas redes sociais. No entanto, sem uma ideia clara de por onde começar, mesmo os posts mais populares podem não gerar o retorno desejado. 

Para saber como engajar o público nas redes sociais, é fundamental começar do início.

O que sua empresa deseja criando engajamento de página nas redes sociais?

Essa pergunta parece simples, porém é determinante como base de suas ações de engajamento nas redes sociais. Obviamente, mais seguidores e marcações de preferência do público são indicativos importantes para aumento da presença, porém eles sozinhos não surtem o efeito desejado. 

Com isso em mente, é possível definir uma premissa básica para as ações de engajamento: aumentar vendas. Embora pareça superficial a princípio, esse princípio é igualmente aplicável a campanhas mais tradicionais do marketing. 

Sendo assim, aqueles dados relevantes que falamos logo no início vão fazer diferença de fato quando elas direcionam para a chamada Jornada de Compra: o potencial interessado é atraído por um conteúdo interessante; ele sabe mais sobre o produto; cria interesse; e por fim finaliza a compra.

Para empresas, essa meta é a básica. Contudo, as formas de fazê-lo vão definir suas redes sociais prioritárias, e as formas de engajamento com o público presente nelas

Quais redes sociais investir?

Continuando o nosso pequeno “quiz”, vamos a outra pergunta: onde está o público que deseja atingir com suas ações de engajamento? Hoje em dia, embora poucas, as redes sociais atraem públicos de diferentes idades para cada, sendo um reflexo justamente do seu tempo e presença.

Seguem alguns exemplos.

  • Redes sociais mais recentes, como Kwai e Tiktok, tem como maior parte do público adolescentes e jovens adultos;
  • Facebook e Instagram, este último também com foco em vídeos, tem maior alcance com um público mais velho em sua maioria, que chegou um pouco mais tarde aos segmentos virtuais. 
  • Hoje, o Youtube também é considerado uma rede social, e na verdade é considerada a segunda maior em engajamento. Embora o foco sejam vídeos de maior produção, seus recursos e algoritmos têm alcance expressivo como forma de interação com o público.

Embora estas estejam entre as principais redes sociais, não significam que sejam as únicas. A variedade de redes sociais, e na verdade espaços voltados para criação de comunidades próprias, também funcionam como complementos ou mesmo bases para suas ações.

O LinkedIn, por exemplo, é importante para campanhas e ações B2B; o Pinterest, por sua vez, além de mostruário, também é uma forma alternativa de apresentação de imagens, sobretudo com as mudanças recentes do Instagram. 

Por outro lado, servidores dedicados, como o Discord para tecnologia e games, ou ainda criação de grupos fechados via aplicativos como Telegram e Whatsapp, também são atrativos para sua estratégia de interação e captação de público.

Dicas importantes para manter o interesse do público

Sabendo de todas essas preparações, separamos algumas dicas interessantes para que suas ações para criar engajamento nas redes sociais sejam mais efetivas. Vamos lá? 

Um bom engajamento é contar uma boa história

Por mais que haja muitas mudanças nas redes sociais e a forma de interação entre elas, uma coisa é certa: o storytelling, técnica utilizada para criação de narrativas bem estruturadas no marketing, continua fundamental.

Um bom exemplo de engajamento do tipo estão justamente nas propagandas direcionadas para a televisão, que ganham seu destaque de forma adaptada nas redes sociais. Com uma boa história, que interage com o público desejado, os retornos serão satisfatórios. 

Não deixe de testar

Se há pouco engajamento, ou sua marca recentemente iniciou suas atividades, o ideal é, junto de uma pesquisa de mercado para montar sua persona, testar opções. Existem vários tipos de posts, especialmente em plataformas interativas e multimídia como o Instagram, por exemplo. 

Teste formas de linguagem, frequência de postagens, traga opções que validem sua presença online. Os resultados dificilmente são imediatos, por isso é importante contar com profissionais especializados, que auxiliem nas tarefas

Crie metas para médio e longo prazo

O segredo de toda campanha de marketing, seja virtual ou físico, é a consistência. E no caso das redes sociais, não ter uma presença constante é fadado ao ostracismo. Por isso, é importante pensar nas campanhas e ações dentro dessas redes em planejamento que visam a presença constante, até uma meta a longo e médio prazo. 

Um exemplo simples: cursos e escolas que buscam novos alunos tem um plano de 30 a 40 dias em suas redes sociais para captar novos alunos, logo suas ações em redes sociais trabalham em cima de tais metas. Trace planos com resultados factíveis, e seus retornos serão igualmente satisfatórios.

No fim, criar engajamento de página para sua empresa significa estar sempre atento a novidades das próprias redes, e dentro dos objetivos definidos pela marca, ser criativo. Este é um segmento que está em constante mudança, o que basicamente reflete os interesses e descobertas do público. Aqueles que se saem melhor são os que caminham juntos a essas mudanças, e inovam com ela. Até a próxima!