8 motivos para buscar a otimização do site da sua empresa

A otimização do site da sua empresa significa posicioná-lo melhor nos motores de busca, atrair público qualificado e aumentar as conversões. Isso ocorre por meio de um conjunto de estratégias e métodos que melhoram o posicionamento dele na listagem de resultados orgânicos de ferramentas de busca, como o Google e o Bing.

Esse conjunto de estratégias e métodos é uma ferramenta importante para o seu marketing, pois os algoritmos dos motores de busca identificam padrões de comportamento dos usuários e deduzem algumas regras utilizadas por eles.

Se a maioria dos usuários, por exemplo, não espera mais do que 10 segundos para um site carregar, os algoritmos podem deixar de recomendar, dentre as primeiras opções, as páginas que levam mais tempo do que isso.

Nesse universo digital, a beleza não garante bom posicionamento no buscador. O ranqueamento considera diversas técnicas de otimização e é sobre elas que falaremos neste artigo. Confira!

O que é a otimização do site?

O objetivo da otimização do site é melhorar a experiência do usuário nesta página de internet. No entanto, para que isso ocorra, é necessário fazer alguns ajustes que facilitam a execução de determinadas ações — um clique ou compra, por exemplo.

A otimização de sites ocorre a partir de alguns estudos e testes. Vamos juntos imaginar uma situação? Digamos que o site da sua empresa tenha um formulário para que potenciais clientes possam preencher e receber o contato de um vendedor. Só que ninguém preenche esse formulário.

Os estudos de otimização do site ocorrem a partir da análise da navegação nesta página. Será que o formulário se encontra em um local visível? Ou ele está com erro após apertar o botão “enviar”? Todas as hipóteses são consideradas.

Sempre que encontrar uma solução, há a possibilidade de elaborar um teste para verificar sua viabilidade. Trata-se do teste A/B, que experimenta uma ou mais variações no site e determina qual proporciona os melhores resultados.

Quando uma hipótese está correta e ela se traduz no aumento das conversões, chega o momento de mudar para o novo formato.

Um bom exemplo de teste A/B é o que a rede social Instagram faz frequentemente. Toda vez que cria uma funcionalidade, ela libera o novo método apenas para um grupo de pessoas. Se der certo, expande para os demais.

Quando você busca corrigir os erros do site da sua empresa, consegue aprender mais sobre o comportamento do público-alvo, bem como seus hábitos, interesses e preferências. Esse tipo de informação contribui para ações efetivas no futuro.

Os 3 pilares da otimização de um site

Existem várias técnicas e estratégias que permitem ranquear bem um site no principal buscador da atualidade: o Google. Essas ações integram esforços que são chamados de SEO, ou Search Engine Optimization.

Podemos resumir essas técnicas e estratégias em três pilares. Veja quais:

  1. Relevância

Prioriza os temas de maior interesse do seu público e entrega uma resposta de valor às suas buscas na web.

  1. Conteúdo

Envolve a produção e entrega de conteúdo de valor, exatamente aquele capaz de resolver uma dúvida específica do usuário.

  1. Autoridade

Trata-se de ser uma referência tanto para os usuários quanto para os mecanismos de busca.

Quer saber como colocar isso em prática? Basta encontrar os motivos certos.

8 motivos para você otimizar o site da sua empresa

Listamos a seguir os motivos para você fazer a otimização do site da sua empresa, bem como o que deve ser praticado. Veja:

  1. O site da sua empresa precisa carregar rápido

Falamos sobre isso em um exemplo, mas vamos aprofundar. Sabe quando você acessa um site e ele demora para carregar? Você até dá uma olhada na sua conexão para verificar se está ativa.

A questão nem sempre envolve a qualidade do sinal, mas o site. Isso é frustrante, principalmente em uma era em que passamos a maior parte do dia conectados.

Se isso acontece com o site da sua empresa, pode acabar afastando seus clientes. Tenha em mente: tempo é dinheiro!

  1. O site da sua empresa deve ter uma navegação intuitiva

Imagine se, para navegar em cada site na internet, você recebesse um manual de instruções apontando onde cada item e/ou página se encontra. Acredite: esse tipo de material seria de extrema utilidade para alguns sites que são difíceis de serem navegados.

Porém isso é desnecessário em bons portais. Aposte, portanto, em uma experiência de navegação mais rápida, simples e intuitiva. Isso envolve excesso de imagens, principalmente as pesadas, que demoram para carregar ou que atrapalham a identificação de botões. Nessa regra entram também os GIFs — aquelas imagens animadas – e os vídeos que rodam automaticamente.

  1. O site da sua empresa deve ter boas palavras-chave

Como os potenciais clientes chegam ao site da sua empresa se eles não sabem o nome dela ou nem têm o conhecimento de sua existência? A resposta é: pelos buscadores, utilizando palavras-chave.

Usar boas palavras-chave significa aplicar aquelas que têm quantidades relevantes de buscas pelos usuários. Sendo assim, elas precisam estar presentes no seu site.

  1. O site da sua empresa deve estar pronto para todas as telas

Quantas telas você possui que são capazes de abrir um site? Considere o smartphone, o tablet, o computador de mesa, o notebook e a Smart TV.

Imagine, portanto, como seria frustrante abrir um site no celular com letras minúsculas que requerem constante zoom. Isso é o que ocorre quando não há otimização do site para diferentes telas.

A solução para esse problema é investir em um site responsivo, ou seja, cujo layout se adapta às telas, independentemente do tamanho.

O Google, por exemplo, reconhece essa capacidade de se adaptar e ranqueia melhor o site da sua empresa nos mecanismos de busca.

  1. O site da sua empresa precisa ter uma URL amigável

Isso significa que o endereço do site da sua empresa precisa ser fácil, para que as pessoas tenham como memorizá-lo. Prefira termos curtos, diretos e explícitos, que sejam rápidos de identificar.

Em alguns casos, o nome da empresa é gigantesco, mas somente uma parte se torna o endereço do site. É o caso do Universo Online, conhece? A maioria não! Porém ele nada mais é do que o UOL.

  1. O site da sua empresa precisa ter conteúdo de qualidade

Quem vai querer visitar um site frequentemente se ele não apresenta novidades? Bem, isso é o que passa na cabeça do cliente que esquece de dar uma olhada porque não há o que ver.

Invista, portanto, em marketing de conteúdo. Produza e entregue conteúdo capaz de responder às dúvidas dos usuários. Utilize palavras-chaves que os levem até você. Quem produz e entrega conteúdos de relevância demonstra preocupação com seus usuários e clientes. Aposte em dicas de produtos, tutoriais, tira-dúvidas e outros.

  1. O site da sua empresa precisa tenha imagens otimizadas

Sabia que o Google também rastreia o nível de otimização do site por meio das imagens publicadas? Pois é, os algoritmos identificam elementos presentes na imagem e buscam mais informações.

Sendo assim, uma boa técnica é descrever o que a imagem apresenta — isso ocorre na própria ferramenta de upload do site. Isso auxilia principalmente na acessibilidade do seu conteúdo. Faça ainda com que o nome do arquivo contenha a palavra-chave que você considera fundamental.

  1. O site da sua empresa precisa ter links para otimização

Ao explorar determinado assunto em seu site, tente fazer ele aparecer em outras páginas, como no blog. 

Se a sua empresa vende eletrodomésticos online, por exemplo, na página do produto pode inserir um link convidando o leitor para ver um conteúdo que mostra dicas de organização de um refrigerador. Isso se chama link building. Esse tipo de conexão que remete ou detalha assuntos ajuda na otimização do site.

A otimização do site deve ser um trabalho constante, pois garante que ele estará sempre bem posicionado e adequado para uma boa experiência de navegação.

Viu como a otimização do site da sua empresa é importante? Aproveite para ler outros artigos sobre esse tema no blog da Arcana.