Como melhorar minhas vendas no e-commerce?

O ano de 2020 foi muito bom para o e-commerce, pois a pandemia do Coronavírus forçou as pessoas a ficarem em casa e muitas das compras tiveram que ser feitas de forma online. Com isso, aumentou o número de lojistas que vendem no meio digital e de consumidores que compram pela Internet.

A Associação Brasileira do Comércio Eletrônico (Abcomm) identificou a abertura de mais de 100 mil lojas virtuais entre os meses de março e abril da pandemia. Antes a média mensal de abertura de lojas virtuais era de 10 mil.

Contudo, nem todas as lojas e estabelecimentos conseguiram se adaptar a esse canal de vendas. Além disso, a concorrência no meio digital é muito grande e algumas empresas não conseguiram ter bons resultados. Portanto, aqui mostramos algumas oportunidades para melhorar as vendas através do e-commerce. Acompanhe nossas dicas.

Vender pela Internet

Montar uma loja virtual é relativamente fácil. No entanto, permanecer com a sua loja ativa e vendendo é bem mais difícil. Com o número elevado de novos entrantes nesse canal de vendas, pela necessidade surgida em função do Covid-19, é fundamental entender um pouco mais sobre esse tipo de canal de venda.

Embora muitos pensem que, por existir plataforma grátis, não custa nada abrir uma loja virtual, mantê-la depende de recursos financeiros. Além do investimento monetário, é preciso também dedicação e tempo. Portanto, como todo o negócio, ter um e-commerce exige planejamento e investimento. 

Detalhes a considerar ao ter um e-commerce

Se você abre uma loja física precisa escolher um bom ponto de venda, ter uma boa equipe, trabalhar com produtos e preços certos, fazer boas vitrines, campanhas de divulgação e promoções. 

Na loja virtual você também precisa disso tudo, com a vantagem de ter um ponto que pode alcançar todos os cantos do país e até do mundo. Mas ao mesmo tempo, essa vantagem aumenta a sua concorrência, pois não é uma “briga” de comércio local, e sim global. 

Simplesmente montar a sua loja virtual e não fazer nenhuma divulgação é como abrir uma loja física no meio do deserto, ninguém vai saber da sua existência. Por isso planejar o que e como vai investir é fundamental. Um bom plano de marketing é importante para alocar adequadamente seus esforços e dinheiro e conseguir gerar vendas no e-commerce.

Para melhorar as vendas na sua loja online

Site responsivo

Além de planejar o que vai vender, como vai precificar, promover e atender seu cliente, existem alguns pontos fundamentais para a sua loja virtual. Um dos primeiros é ter um site responsivo, isto é, adaptável ao celular.

Atualmente não é possível ter um e-commerce, ou até mesmo um simples site, que não seja adaptado para abrir no smartphone. Essa adaptabilidade é importante pois as vendas através dos meios móveis já representam mais de 40% do total das vendas do e-commerce.  

Outro fator é que muitas vezes a venda começa pelo canal físico, acaba migrando para o virtual mobile e pode finalizar no próprio mobile ou pelo computador. Portanto, é preciso que todos os canais estejam disponíveis de forma atrativa e fácil.

Boa descrição e fotografias

 Além de ter um site adaptado ao smartphone, é fundamental ter uma ótima descrição e informações do seu produto. Quanto mais completa a descrição, melhor para o cliente saber exatamente o que está comprando. As fotos são essenciais para complementar as informações e mostrar o visual do produto de forma clara e atrativa. Lembre que o cliente não pode tocar nem sentir o produto, portanto precisa ser muito bem representado visualmente e descritivamente.

Em relação às fotos, quanto mais detalhes puder mostrar melhor. Os vídeos também são muito bem vindos. Eles devem ter uma ótima qualidade e ao mesmo tempo não serem pesados para não correr o risco do carregamento da página ficar lento. Cliente não gosta de site que demora a abrir!

SEO

Para a sua página ter sucesso nas pesquisas feitas nos sites de buscas, como, por exemplo, o Google, é preciso ter um bom SEO (Search Engine Optimization). O SEO é um conjunto de estratégias que faz com que os links de um determinado site sejam indexados organicamente (sem custo) e com bom posicionamento nos mecanismos de busca.

As palavras-chaves utilizadas, o tempo de carregamento da página, as descrições dos produtos, os links internos e externos das páginas, o conteúdo relevante do site, são alguns fatores que ajudam para um melhor posicionamento da sua página nos mecanismos de buscas. 

Um melhor posicionamento tende a gerar mais vendas no e-commerce, visto que poucas pessoas passam da primeira página de busca. Por isso, é preciso investir em ter um bom SEO.

Site Seguro

O seu e-commerce precisa ter certificado de segurança. Esse certificado é o SSL – Secure Sockets Layer, uma tecnologia global de segurança padrão que permite a comunicação criptografada entre um navegador da Internet e um servidor da web. Com isso, seu cliente se sente mais seguro para realizar suas compras e seu site e dados obtidos ficam mais protegidos.

O certificado de segurança faz aparecer o ícone de um cadeado no navegador. O endereço começa com https:// em vez de http://. Isso é uma forma de mostrar que os dados serão criptografados. Além disso, o próprio Google penaliza sites que não tenham o selo SSL (HTTPS) indicando que o site é seguro.

Pagamento Seguro

Além de ter um site seguro, é preciso que você tenha um sistema de pagamento seguro e que proteja contra fraudes. Você pode contratar uma empresa intermediadora de pagamento que já possui sistema antifraude ou fazer integração direta com sistemas de pagamento e contratar uma empresa especialista em antifraude.  

Porém é muito importante estar atento a isso, pois o número de tentativas de fraudes no e-commerce é elevado, e pode, inclusive, prejudicar o lucro de sua empresa.

Formas de pagamento

Além de um sistema de pagamento seguro, o cliente precisa ter boas opções de pagamento. Para isso, ofereça o máximo possível, através de boleto bancário, cartões de crédito, de débito, transferência e se possível até pagamento na entrega ou retirada do produto, caso tenha um ponto físico para isso. 

E como já comentado, tenha um sistema antifraude nos pagamentos para evitar surpresas desagradáveis.

Bom visual e navegabilidade

O visual de sua loja deve estar de acordo com o perfil e posicionamento da sua marca. No entanto, além de ser uma loja atrativa para o seu cliente, é preciso que ela seja muito fácil de navegar! 

Nenhum cliente quer ter dificuldade de encontrar seu produto e finalizar a compra. Portanto, verifique se a sua loja atende de forma rápida e adequada ao processo de compra do seu cliente. Simplifique e facilite a compra, gerando uma ótima experiência para o usuário. Uma ótima experiência gera mais vendas no e-commerce.

Sua loja online com maior destaque

Como já dito anteriormente, uma loja sem divulgação é uma loja no meio do deserto. Por isso, se quer ter realmente melhores resultados, é preciso dar destaque a sua loja.

Redes Sociais

Um dos melhores meios para fazer a sua loja aparecer é através das mídias sociais. Com ela você não somente torna visível o seu e-commerce, mas também cria relacionamento com seus consumidores. 

As redes sociais trazem visibilidade para a sua marca e também podem ser usadas como vitrine e até promoções de produtos. Elas possibilitam gerar tráfego para o seu site, o que é fundamental, pois sem visitas ao seu site é impossível realizar vendas.

No entanto, isso não quer dizer que você deva estar em todas as redes sociais existentes (Facebook, Instagram, Pinterest, YouTube, Linkedin, Tik Tok, Snapchat, etc.). Você precisa estar naquelas que têm o mesmo perfil da sua persona, que atenda as necessidades do seu cliente e que você possa atuar com relevância, frequência e constâncias. Além disso, que tenha tempo para responder às interações dos seus seguidores.

Mídias pagas

A publicação nas redes sociais, assim como o SEO, ajuda muito na divulgação da sua empresa, contudo é um processo mais lento. Por isso, muitas vezes é preciso investir em mídias pagas. Desse modo você consegue resultados mais rápidos na Internet. 

Assim, é preciso definir um valor de investimento em anúncios patrocinados nas redes sociais e no próprio Google como forma de gerar tráfego mais rapidamente. Com a mídia paga você começa a vender de forma mais imediata, aumenta a visibilidade da sua loja, mensura os resultados e retorno sobre o investimento, e pode aumentar o alcance de suas publicações nas redes sociais. 

Contudo, não dependa apenas dos anúncios, pois não será rentável para a sua empresa. Além disso, quando parar de anunciar sua visitação ao site tenderá a cair drasticamente. Sendo assim, é preciso ter um equilíbrio entre as mídias gratuitas e pagas.

Criação de conteúdo

Para melhorar a sua visualização, o relacionamento com o seu cliente, ter maior autoridade de domínio e de página, a criação de conteúdo para o seu cliente é uma boa estratégia. Esse conteúdo pode ser postado em suas redes sociais e em um blog. 

Desse modo você consegue gastar pouco e se manter relevante no mercado, desde que o conteúdo atenda as necessidades e interesses do seu cliente. Entenda as suas maiores dores, questionamentos, curiosidades e poste tópicos atrativos e compartilháveis.

Mas isso não é tudo para melhorar as vendas no e-commerce!

Você deve ter percebido que vender no mundo online não é assim tão fácil. Que é preciso muito trabalho e dedicação. Além de tudo o que foi exposto, é preciso ter uma boa logística, atender aos prazos de entrega, ter frete e preços competitivos e oferecer diferencial no mercado. Mas essas pequenas dicas poderão ajudar você a ter melhores resultados. 

Se você ainda não entrou no meio virtual, essa é uma grande oportunidade de ingressar, visto que muitos dos que compraram pela primeira vez durante a pandemia, pretendem manter suas compras online. 

E se você já iniciou as vendas pelo e-commerce, mas ainda não está tendo os resultados esperados, aproveite essas dicas para aprimorar seus processos e seu entendimento para conseguir melhores vendas.

Conteúdo produzido por Ideiamais.